Guia de Las Vegas VIPGuia de Las Vegas VIP
You are here: Las Vegas > Tudo sobre Las Vegas > Grand Canyon, um cenário de rara beleza.

♣ Grand Canyon, um cenário de rara beleza. ♣

- Passeios de helicóptero no Grand Canyon
- Atividades no Parque Nacional do Grand Canyon
- Hotéis no Grand Canyon
- Atividades no Arizona



Excursão de helicóptero no Grand Canyon pela All American

Excursão de helicóptero no Grand Canyon pela All American



Passeio expresso de helicóptero para o Skywalk do Grand Canyon

Excursão de helicóptero no Grand Canyon pela All American



Passeio espetacular de helicóptero no Grand Canyon, 4 em 1

Excursão de helicóptero no Grand Canyon pela All American




Passeio VIP de helicóptero até a borda sul do Grand Canyon, com partida de Las Vegas

Excursão de helicóptero no Grand Canyon pela All American



Passeio panorâmico de helicóptero de luxo à margem oeste do Grand Canyon

Excursão de helicóptero no Grand Canyon pela All American



Passeio de helicóptero de luxo para a margem oeste do Grand Canyon

Excursão de helicóptero no Grand Canyon pela All American



TODAS OPÇÕES DE PASSEIOS COM HELICÓPTEROS, BALÕES E AVIÃO


O Grand Canyon é um desfiladeiro nos Estados Unidos da América. Ele foi cavado pelo Rio Colorado por milhões de anos, à medida que suas águas percorriam o leito. Está localizado na divisa dos estados do Arizona e Utah, com cerca de 500 quilômetros de extensão, e varia de 7 a 30 quilômetros de borda a borda, sendo que a profundidade máxima chega a 2400 metros.


Grand Canyon, um espetáculo natural cavado pelo Rio Colorado.

O Grand Canyon já era habitado por índios há mais de 3.000 anos. Atualmente, ainda moram na região índios das tribos Hualapai, Havasupai, Navajo, Hopi, e Paiute. A primeira expedição científica ao desfiladeiro foi dirigida pelo Major John Wesley Powell no final da década de 1870. Em 1919 foi criado oficialmente o Parque Nacional do Grand Canyon.


O Parque Nacional do Grand Canyon recebe hoje 5 milhões de visitantes ao ano.

É considerada uma das sete maravilhas naturais do mundo e um ponto turístico visitado por mais de 5 milhões de pessoas anualmente, gerando receita para as cidades e populações ribeirinhas ao desfiladeiro.

A programação variada é oferecida durante todo o ano, incluindo trilhas com diferentes graus de dificuldade, que podem ser percorridas a pé ou no lombo de mulas. Existem ainda programas especiais para crianças, aulas de fotografia, caminhadas pela borda do canyon orientadas por guias, passeios aéreos, pesca, museus, livrarias e muitos souvenirs. Independente de qual seja o seu estilo vai encontrar uma atividade nessa maravilha natural.


Mirante do Grand Canyon.

Para chegar lá o ideal é tomar como ponto de partida a cidade de Flagstaff, e seguir rumo norte pela estrada 180 e depois pela 64. De Flagstaff até a entrada do Grand Canyon National Park são aproximadamente 90 minutos de carro.

Saindo de Flagstaff e seguindo pelas estradas 180/64 você chega ao South Rim do Grand Canyon. Lá, antes de chegar à margem do despenhadeiro propriamente dito, você vai encontrar uma completa estrutura turística, com hotéis, lojas de serviço, supermercado, correio, zona de camping, enfim coisas que permitem a você se instalar e ficar lá por vários dias e ver tudo com calma, sem precisar voltar à cidade.


Estrada de acesso ao Grand Canyon.

Para os viajantes, existem na verdade dois Grand Canyons a serem visitados - as bordas norte (North Rim) e sul (South Rim). Embora essas duas áreas estejam a menos de vinte quilômetros de distância, elas são bastante diferentes. A borda norte é 300 metros mais alta do que a borda sul e mais distante da maioria das cidades e estradas interestaduais. É também menos habitada e mais tranqüila.


Vista do canyon pelo lado norte.

A borda sul, com uma elevação de 2.134 m e com acesso direto pela interestadual 40 e por Flagstaff, pode ficar congestionada, especialmente durante a temporada de turismo. Aproximadamente nove entre dez visitantes rumam para a borda sul, em parte porque dizem que a vista tende a ser melhor do que na borda norte.


Vista do canyon pelo lado sul.

A verdadeira magnificência do Grand Canyon causa surpresa em todos os visitantes. A escala do Grand Canyon é imensa e, mesmo a partir de seu melhor ponto de observação, somente uma pequena fração de seus 365 km de extensão pode ser vista. Ninguém viu o Grand Canyon na sua totalidade, apesar de milhões de pessoas do mundo inteiro o visitarem.


A grandiosidade do Grand Canyon é fascinante.

Ao estar lá, posicionado na borda de um dos mais sublimes e profundos espetáculos deste planeta, você se sentirá estupefato. O abismo é tão vasto e tão profundo que em uma primeira impressão é como se a Terra estivesse se abrindo, permitindo-nos vislumbrar os segredos que se encontram na maior das profundezas.

Você pode ir na borda nordeste, chamada de Tuweep, ali além da vista estonteante é o lugar perfeito para observar o platô Kanab e as montanhas Pine/Uinkaret. Na estação de observação Yavapai, você encontra enquadramentos panorâmicos do canyon, incluindo o rio Colorado e o Phantom Ranch, é o lugar perfeito para fotografar.


O Grand Canyon mostra seus diferentes matizes.

Para explorar o Grand Canyon, você pode descer seus desfiladeiros em cima de mulas ou a pé. Três trilhas espetaculares conduzem para baixo, partindo de ambas as bordas, norte e sul. A popular trilha Bright Angel serpenteia 12,8 km abaixo da borda sul até Phantom Ranch, um alojamento e uma área para acampamento estão reunidos no meio do vale de choupos-do-canadá de Fremont, na base do cânion. Se você fizer o passeio de mula, terá bastante tempo para observar uma maravilhosa variedade de plantas e de vida animal.


O passeio de mulas é perfeito para observar tudo com calma.

As mulas partem da borda sul tanto para passeios de um dia quanto para pacotes com pernoite no Phantom Ranch, onde os hóspedes podem ficar em cabanas rústicas e dormitórios. Deve-se planejar o passeio com no mínimo 24 meses de antecedência, já que os lugares disponíveis lotam depressa.

Se você fizer a descida a pé, não é aconselhável ir e voltar até o fundo no mesmo dia, pois são muitos quilômetros de trilha inclinada, e a caminhada é estafante. É preferível acampar, passar a noite lá, e começar a caminhada de volta no dia seguinte.


O acampamento é uma boa opção para quem pretende explorar o canyon a fundo.

Outra forma interessante de curtir o Grand Canyon é através de passeios de rafting rio Colorado abaixo. As reservas também devem ser feitas com meses de antecedência, essas expedições variam em torno de três dias com um barco motorizado ou 18 dias ou mais com equipamento não motorizado.


Pelo rio a vista do canyon é linda.

Oferecidas por um grande número de companhias de passeios de barco, elas cobrem vastas extensões, através das profundas águas calmas do coração do canyon, com paradas para pernoite em inúmeros pontos de observação incomuns e cenográficos, além de um dia de caminhada nas ruínas, cachoeiras, cânions laterais e fluxos afluentes. A viagem de rio é quebrada por mais de 140 corredeiras principais. Ao menos duas destas são feitas com os punhos cerrados, com redemoinhos e cascatas que parecem mandíbulas e ondas violentas que são classificadas como 10, em uma escala que vai de 1 a 10.


Rafting no Rio Colorado, uma ótima opção para quem adora esportes.

O momento mais bonito do Grand Canyon é ao cair da tarde, quando o sol bate nas pedras e cria visuais fantásticos, por isso não deixe de estar lá neste horário. Um dos melhores pontos do parque para contemplar este espetáculo é a Watchtower, situada a cerca de 20 km a este da entrada principal, e 2.267 m acima do nível do mar. Trata-se de uma torre de pedra, construída na beira do precipício, de onde se tem um visual deslumbrante do canyon.


Vista do magnifico pôr do sol e da Watchtower.

Se você não vai acampar, encontrará poucos hotéis situados junto ao Grand Canyon e com preços altos. O ideal é que você se hospede nas cidades de Flagstaff ou Williams, e vá para o parque de manhã cedo. Outra opção é a cidade de Tusayan, um pouco antes da entrada do parque.

Além do Grand Canyon, que é o maior existem vários outros canyons e parques nacionais na região. A poucas horas do Grand Canyon estão o Bryce Canyon e o Zion Canyon, e belezas naturais como o Monument Valley, que foi cenário de vários filmes de John Wayne. Todos são belíssimos e merecem a sua visita.

Acesse maiores informações, reserve passeios ou acomodações através do site: www.nps.gov/grca.




Mais sobre Las Vegas

  •   OpenSkies oferece somente vôos de classe
  •   Hotel Caesars Palace Las Vegas  

  • Artigos sobre Las Vegas

    >   Experiência Richat Petty Rookie Driving
    >   Guy Savoy - Caesars Palace - Restaurante
    >   Passeio de Balão de Ar Quente em Las Vegas
    >   Grand Canyon, um cenário de rara beleza.
    >   Lake Mead Dinner Cruise




    Nome: Passeio no Grand Canyon;
    Comentário: Um passeio no Grand Canyon é algo único e inexplicável. É obrigatório a todos turistas visitando las vegas e podem inclusive pernoitar no grand canyon reservando um hotel por lá. Veja nossas dicas do Grand Canyon !



    Nome: Eduardo;
    Comentário: Gostaria de passear dois dias full pelo Grand Canyon saindo de carro pela manhã de Las Vegas, fazer o voo de helicoptero e o rafting curto de 3 horas pelo rio Colorado. Por favor vcs podem me informar qual é o melhor roteiro para esse passeio?



    Nome: anaflavia;
    Comentário: ola ,vou descer em flagstaff e gostaria de saber se de la partem algum onibus para o grand canyon . Nao gostaria de fechar nem um tour, e seim chegar por conta propria. Como e a entrada la, qual o valor.....



    Nome: gabriela;
    Comentário: o lugar mais lindo q ja vi!!!!!!!!



    Nome: valéria;
    Comentário: O que pode ser dito??? É lindo!!!!! São maravilhas que não tem preço e nem palavras que exprimam o que sentimos. O que posso dizer mais??? Maravilhoso, lindo, explêndido, fenomenal...







           


        English     Français     Español     Nederlands     Italiano     Norsk


    Sitemap         © 2018 CasinoBillionaire All Rights Reserved - Contact


    United Kingdom